Fundação Marcos de Bruin

(85) 3227-3056 | Siga nas redes:

Quem Somos

altSobre a Fundação Marcos de Bruin
A comunidade do Lagamar teve sua origem por volta de década de 1950, quando imigrantes do interior do Ceará vieram à capital em busca de um local adequado para viver dignamente. Encontraram às margens do Riacho Tauape, em um território da Marinha Mercante do Brasil, tal morada, onde inclusive poderiam ainda conservar os costumes antigos como lavar roupa no rio, plantar e criar animais para sua subsistência.

A ausência de políticas públicas e os inúmeros outros problemas que se desenvolveram no Lagamar, foram motivos suficientes para que os moradores iniciassem um processo de mobilização comunitária, com o apoio da igreja católica e de intelectuais que uniram forças junto aos moradores,a fim de reivindicar direitos para mudar a situação da comunidade.

A comunidade, por se tratar de uma ocupação de local público, sempre foi alvo de ações de desapropriação por parte do Estado. Além disso, posteriormente, com algumas obras de urbanização da cidade, acabou se tornando um espaço privilegiado, entre a atual Avenida Raul Barbosa e a BR 116, o que a torna alvo da especulação imobiliária. Desta forma, o Lagamar apresenta um grande histórico de lutas e resistência pela permanência e melhora das condições das famílias no local.

As Comunidades Eclesiais de Base(CEBs), lideradas por mulheres, a partir da década de 1980, realizaram um trabalho vivo e participativo na busca incansável por condições de vida mais digna e, portanto, mais humana para a população.
A luta comunitária do Lagamar está fortemente relacionada aos movimentos sociais e as práticas sociais da igreja católica, através da Teologia da Libertação. Nofim da década de1980, grupos de teólogos estrangeiros visitaram o Lagamar e contribuíram com as reinvindicações dos moradores junto ao poder público para permanência, desenvolvimento e melhoria da comunidade. Dentre eles, o jovem alemão Marcos de Bruinque participou ativamente das lutas e organizações locais.

Acometido por uma grave infecção Marcos faleceu em Lisboa-Portugal antes de chegar a sua terra Natal. E assim, fruto do amor, da esperança, da fé e da solidariedade, com o apoio de diversos parceirosa sede da Fundação Marcos de Bruin foi construída em regime de mutirão pelos moradores einaugurada, enquanto Escola Profissionalizante, em 17 de maio de 1992,recebendo o nome do jovem alemão em homenagem ao trabalho realizado. O mandacaru, planta nordestina que sobrevive aos desafios da seca, foi escolhido como símbolo de resistência.

Várias vitórias foram conquistadas, desde a primeira urbanização da comunidade, o aterramento do canal do Tauape, até a mais recente, quando a Lei da ZEIS do Lagamar foi sancionada, incentivando a continuidade da luta agora, para sua efetivação.

Atualmente a instituição é mantida financeiramente por incentivos internacionais e por premiações em editais públicos. Como é o caso do Projeto que apoia o Movimento para a implementação da Zona Especial de Interesse Social (ZEIS) do Lagamar.

 

 

 

Fundação Marcos de Bruin

Endereço: Rua Hermino Barroso, 860 - Aerolândia | Fortaleza - CE | CEP: 60.851-640

Contato: (85) 3227-3056 | fmbruin@uol.com.br | Siga nas redes:

© Imagine Comunicação Digital